Olá!!!

Sejam todos bem vindos!

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Projeto: O controle dos esfíncteres

Projeto: O controle dos esfíncteres


Como tratar com os pais sobre a retirar das fraldas das crianças
O trabalho será iniciado com a ajuda e participação das famílias. Em reunião com pais ou responsáveis, compartilharemos informações sobre a retirada das fraldas. Ressaltaremos três pontos importantes: o primeiro é que a iniciativa deve partir da criança e é uma importante conquista na vida dela. O segundo é que os adultos devem ficar atentos aos sinais de que ela já está pronta. E o terceiro é que as ações em casa e na creche devem ser coordenadas pelos professores e pais, estaremos abertas para esclarecer dúvidas e disponível para ajudá-los  para que o processo seja  tranquilo bem sucedido.
RETIRANDO AS FRALDAS NO MOMENTO CERTO

A retirada das fraldas só ocorrerá no segundo semestre, pouco a pouco, quando a criança começar a perceber que é capaz de controlar certas funções do organismo. Por isso recomenda-se iniciar o processo quando a criança tiver mais de dois anos. Porém, cada criança tem o seu "tempo". Este ritmo deve ser respeitado, pois cada criança tem suas próprias características, personalidades e diferentes tipos de amadurecimento e desenvolvimento.

A escolha do momento certo: o ritual de iniciação
Não se pode treinar uma criança para retirar as fraldas até que ela esteja preparada fisicamente. Porém, assim que ela mostrar sinais de que é capaz (em termos de desenvolvimento) e revelar vontade emocional, aí o processo é bem rápido.
A criança tem quer ter condições de controlar os esfíncteres, nessa idade, serve de modelo para o controle motor em geral, para as sensações de domínio e prazer na expulsão ou retenção das fezes.
Neste processo para superar as possíveis dificuldades devem ser levadas em conta algumas dicas:
·         Primeiro retira-se a fralda diurna (depois que a criança estiver preparada, será o processo do noturno).
·         Manter o peniquinho sempre no mesmo lugar, de preferência no banheiro.
·         Observar os horários que a criança faz cocô ou xixi e levá-lo ao banheiro nesses momentos.
·         Elogiar é fundamental, sempre que a criança conseguir fazer a necessidade no vaso ou peniquinho.
·         Não impor punições, pois estas podem assustar e causar transtornos físicos, como a constipação como afirmam alguns pediatras. A melhor maneira é incentivar. Acidentes são inevitáveis, mas serão poucos, se a criança estiver preparada para se controlar.
·         Lembrar sempre de elogiar os esforços e as tentativas corretas, e quando ele falhar, mostre novamente, com delicadeza, para que serve o peniquinho. Uma reação negativa pode deixá-lo ressentido e sem vontade de tentar de novo.
·         Algumas crianças ficam tão preocupadas com o destino do seu "produto", que relutam em abrir mão de fazer o cocô na fralda porque sofrem quando ele vai embora. Enquanto isso a deixe fazer na fralda, mas mostre qual é o lugar adequado do cocô, esvaziando a fralda no vaso. Se for preciso, faça um tchau, para a situação ficar mais divertida.

Como será esta retirada
Serão através de histórias, dramatizações, roda de conversas, brincadeiras com bonecas, que introduziremos informações sobre o penico e o vaso sanitário, sempre sem deixar transparecer qualquer tom de obrigação e cobrança perante a criança.
Mudanças na rotina
Largar as fraldas e aprender a usar à privada não é tarefa fácil, nem para as crianças nem para os pais e muito menos para os professores. Essa é uma fase que envolve planejamentos e mudanças na rotina - afinal, ter de mandar dez cuecas ou calcinhas e dez shorts por dia para a escola.
A Parceria entre pais e professores
A parceria com os pais é fundamental para que este projeto seja um sucesso. A Retirada de Fraldas caracteriza-se por um momento de dúvidas e até mesmo angústia para os pais, com o intuito de fortalecermos o elo entre escola e família.  A escola e os pais têm que estar em sintonia, no mesmo momento.
Fontes:

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Caderno de Feltro

 Este Caderno eu fiz para o Chá de Fraldas do Miguel para que as pessoas deixassem uma Mensagem para o Miguel e a Família.
 As lembrancinhas foram feitas chaveiros de cabeça de Urso iguais a do caderno de assinatura do Miguel